Síndrome do Túnel do Carpo

Síndrome do Túnel do Carpo

Os elementos ósseos do punho formam um sulco côncavo na face palmar, fechado pelo retináculo flexor (em clinica chamado de ligamento transverso do carpo), formando um túnel fibroso, denominado túnel do carpo. Pelo interior desse túnel estendem-se um total de dez tendões flexores (envoltos em bainhas tendíneas e embutidos no tecido conjuntivo) e o nervo mediano.

As estruturas vasculonervosas junto com tendões vizinhos, que se movem freqüentemente neste espaço reduzido, muitas vezes causam problemas quando qualquer uma destas estruturas sofre um edema ou degeneração, levando a síndrome do túnel do carpo. O estreitamento do túnel pode comprimir o nervo mediano e alterar sua função, por meio da ação mecânica direta ou da restrição do fluxo sanguíneo no interior da bainha nervosa.

Em caso de compressão crônica, o nervo mediano começa a degenerar fora do local do bloqueio causando dor progressiva e parestesia e, finalmente, a denervação e o enfraquecimento dos músculos supridos por ele.

Está síndrome é muito comum, podendo ser causada por outros motivos como;

  • edema traumático agudo ou crônico
  • edema inflamatório associado com tenossinovite
  • osteófitos na articulação do carpo
  • cisto sinovial ou lipoma

Manifestações clinicas

Os sinais iniciais consistem em transtornos sensitivos (parestesias), afetando principalmente as extremidades dos dedos polegar, indicador e médio devido à pressão aumentada no túnel do carpo, resultante da flexão ou extensão prolongada do punho.

Osteopatia: diagnostico do punho e da mão

A anamnese nos permite fazer um diagnóstico diferencial para saber se há uma lesão local ou uma dor referida, os sintomas podem se originar de regiões vizinhas como cotovelo, ombro ou coluna cervical.

Através da palpação e testes osteopáticos específicos (inspeção, palpação, testes musculares, exame neurológico e de sensibilidade) conseguimos determinar as possíveis disfunções osteopáticas e corrigi-las.

Testes diferenciais como Sinal de Tinel (percussão sobre o ligamento carpal produzir dor) e o Sinal da Garrafa (polegar e os outros dedos não conseguem envolver completamente um vasilhame cilíndrico devido à fraqueza muscular) também nos ajudam no diagnóstico.

Bairro - Vl. Monumento - SP- São Paulo - telefone 11 3798-4739
© Copyright 2015 - www.posturaesaude.com.br alexandrebaleroniguerra@gmail.com - Todos os Direitos Reservados