Problemas no Sacro e Cóccix repercutem nas vísceras. Trate com a Osteopatia.

O sacro originalmente tem cinco vértebras que se fundem na vida pós-natal formando um único osso, a sua base orienta-se para cima articulando-se com o corpo da quinta vértebra lombar através do disco intervertebral. O ápice do sacro orienta-se para baixo e é articulado com o cóccix.

Cóccix consiste entre três a quatro vértebras rudimentares, das quais somente a primeira vértebra coccígea tem a estrutura típica de uma vértebra, é conectada ao sacro através da articulação sacrococcígea, possibilitando um movimento do cóccix para frente e para trás (na mulher aumenta o diâmetro ântero-posterior da saída da pelve, durante o parto).

No homem o sacro e o cóccix se ligam anteriormente ao reto e a próstata, ao útero na mulher, e mais a frente à bexiga, devido a essas relações o tratamento dessa articulação é muito importante nas desordens urogenitais.

A articulação sacrococcígea é envolta por muitos ligamentos, e todos os tecidos moles da pelve se inserem no cóccix, qualquer limitação de movimento devido a um deslocamento do cóccix vai causar uma restrição, podendo levar a problemas como incontinência urinária, incontinência fecal, infecções inexplicáveis da bexiga, dores lombos sacrais. Nas mulheres podem ocorrer problemas como não conseguir ficar sentada por qualquer período de tempo, cistite, declínio da qualidade das relações sexuais. Nos homens prostatite, hemorróidas.

O cóccix é uma estrutura muito importante no tratamento das desordens pélvicas, a manipulação (tratamento) do cóccix sempre que se fizer necessário tem como objetivo estirar todos os tecidos de suporte e recuperar a tonicidade e função adequada dessa estrutura, tendo efeito sobre estruturas como o útero, próstata, reto, bexiga e a distância como os rins.

Bairro - Vl. Monumento - SP- São Paulo - telefone 11 3798-4739
© Copyright 2015 - www.posturaesaude.com.br alexandrebaleroniguerra@gmail.com - Todos os Direitos Reservados