Entorse de Tornozelo

A articulação do tornozelo e formada pelas extremidades distais da tíbia e fíbula, (duas saliências ósseas arredondadas que temos no final da perna) articulando-se com o tálus (articulação talo crural), essa articulação ajuda a estabilizar o corpo na posição ereta.

Entorses da articulação do tornozelo e principalmente de seus ligamentos laterais (geralmente traumatismo em supinação) são lesões extremamente comuns durante atividades esportivas e de lazer, quando o tornozelo cede sobre o solo irregular.

Freqüentemente ocorrem durante a flexão plantar e inversão, uma posição de menor estabilidade óssea da articulação talo crural. O traumatismo causara estiramento ou laceração do ligamento talofibular anterior, do ligamento calcaneofibular, ou de ambos.

Se a perna for torcida violentamente com o pé fixo, também pode haver separação do encaixe do tornozelo com ruptura da sindesmose tibiofibular.

Mecanismo da Lesão

A cabeça do tálus é levada para baixo, frente e fora, quando o pé volta à posição normal o tálus ficara posicionado desta forma. Esta modificação será mantida devido ao aumento da tensão dos músculos fibulares, fazendo com que todo o corpo se adapte.

Tratamento Osteopatico

Quando não tratado adequadamente além dos problemas no próprio tornozelo, pode gerar problemas na articulação do quadril (osso ilíaco), os joelhos podem sofrer devido ao novo mecanismo de funcionamento.

É imprescindível fazer as correções da articulação do tornozelo e outros seguimentos, o tratamento Osteopático tem valor relevante no tratamento.

Bairro - Vl. Monumento - SP- São Paulo - telefone 11 3798-4739
© Copyright 2015 - www.posturaesaude.com.br alexandrebaleroniguerra@gmail.com - Todos os Direitos Reservados